Rádio Cidade de Palmital 

 

Notícias do Paraná

 Defesa de Beto Richa entra com pedido de liberdade no TJ-PR

Habeas corpus foi apresentado nesta quarta-feira (20); ex-governador foi preso na terça-feira (19) no âmbito da Operação Quadro Negro, do Ministério Público do Paraná (MP-PR). Beto Richa está preso no Complexo Médico-Penal, em Pinhais, na Região de Curitiba RPC/Reprodução A defesa do ex-governador do Paraná Beto Richa (PSDB) entrou com pedido de liberdade no Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR) nesta quarta-feira (20). Ele foi preso na terça-feira (19) no âmbito da Operação Quadro Negro, do Ministério Público do Paraná (MP-PR). O habeas corpus será analisado pelo juiz substituto de 2ª grau Mauro Bley Pereira Junior. A operação investiga desvios de mais de R$ 20 milhões de obras de construção e reformas de escolas públicas do Paraná. O pedido requer que a prisão preventiva - sem prazo definido - seja substituída por medidas "menos gravosas", visto que, segundo a defesa, ele não apresenta risco à sociedade, não teve participação nos fatos apresentados pela Justiça e sempre colaborou quando intimado. A defesa de Richa alega que o pedido de prisão remonta a fatos supostamente ocorridos de 2012 a 2015 e que não "trouxe qualquer motivação ou fundamentação concreta apta a justificar referida medida extrema". "Referida decisão, contudo, foi baseada em fundamentos absolutamente inidôneos e fora das hipóteses previstas na legislação aplicável, uma vez que lastreada em fatos não contemporâneos à decisão e sem a existência de elementos concretos aptos a embasar a custódia cautelar", diz trecho. Os advogados afirmam que os fundamentos apresentados pela Justiça para justificar a necessidade da medida "se limitaram à reprodução de declarações prestadas pelo colaborador premiado Maurício Fanini e à menção de indícios de materialidade e autoria". "Destaca-se que a jurisprudência pátria é unânime em aferir a impossibilidade de se decretar prisão preventiva com base em alegações genéricas, exigindo que, para sua idoneidade, esteja o decreto prisional fundado em fatos concretos, o que não foi o caso da decisão ora impugnada", afirma a defesa. Transferência para sala de Estado Maior Em audiência de custódia, na terça, a defesa havia pedido a transferência do ex-governador, que está no Complexo Médico-Penal (CMP), em Pinhais, na Região de Curitiba, para uma sala de Estado Maior, em razão do cargo que ocupou. No pedido de habeas corpus, os advogados afirmam que há jurisprudência para que a transferência seja feita, ao citar o caso do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, e que o próprio TJ-PR determinou a custódia de Richa no Regimento da Polícia Montada, em Curitiba, nas prisões ocorridas em setembro de 2018 e janeiro deste ano. A decisão do juiz Fernando Bardelli Silva Fischer, da 9ª Vara Criminal de Curitiba, determinou a prisão no CMP ou na Casa de Custódia de Piraquara, também na Região de Curitiba. Para a defesa, houve descumprimento de decisão do TJ-PR e de "particularidades que permeiam o caso". Pedido de prisão Uma das justificativas apresentadas pela Justiça para decretar a prisão de Beto Richa é que o ex-governador, segundo o Ministério Público, atuou para "obstruir as investigações em face da organização criminosa que supostamente integrava". Segundo o coordenador do Grupo de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), Leonir Batisti, a obstrução das investigações aconteceu entre 2015 e 2017. Segundo MP, Beto Richa determinou que o ex-diretor da Secretaria de Educação do Paraná Maurício Fanini "excluísse de todo e qualquer dispositivo eletrônico que possuísse os registros de fotos, vídeos e comunicações entre ambos" em março de 2015. O MP-PR aponta o ex-governador Beto Richa como "chefe da organização criminosa e principal beneficiado com o esquema de recebimento de propinas" pagas pelas empresas responsáveis pela execução das obras nas escolas estaduais. "Ao investigado Carlos Alberto Richa é imputada a prática dos delitos de organização criminosa (pena máxima de 8 anos), corrupção passiva (pena máxima de 12 anos), fraude à licitação (pena máxima de 4 anos) e obstrução de investigação de organização criminosa (pena máxima de 8 anos)", diz trecho da decisão que determinou a prisão. Veja mais notícias do estado no G1 Paraná.
 Desenvolva as habilidades do futuro na PUCPR

Cursos de especialização incentivam o aprendizado prático e ampliam a capacidade analítica para a resolução de problemas Fazer uma especialização é ter a oportunidade de aprofundar conhecimentos em sua área de formação ou de atuação e ter acesso a ferramentas aplicáveis no ambiente de trabalho. Essa atualização de saberes pode ser potencializada se o ensino for direcionado às necessidades reais do estudante, desenvolvendo nele as habilidades mais valorizadas pelas empresas. É isso que a PUCPR pratica em seu ensino. Arquitetura - PUC PR Divulgação Com o objetivo de encorajar os estudantes a pesquisar, refletir e descobrir, os cursos de especialização da Universidade utilizam metodologias de aprendizagem inovadoras. “'É o caso dos projetos hands on, em que o estudante aprende resolvendo um problema real ao longo do curso, muitas vezes trazido por ele mesmo. Isso auxilia na fixação dos conteúdos e no desenvolvimento de soft skills necessárias para o mundo atual, como: criatividade, iniciativa, relacionamento e liderança”, afirma o diretor de Especialização da PUCPR, Carlos Borsa. Segundo Borsa, alguns desenvolvem projetos de forma multidisciplinar, ao longo de uma imersão na última semana de aula. "Os grupos de trabalho são formados por profissionais de diferentes áreas do conhecimento, que trabalham em conjunto com o objetivo de construir uma solução ótima para determinado problema. Isso tudo de maneira ágil, o que ajuda a ampliar a capacidade analítica de resolução de problemas e desenvolver aspectos da inteligência emocional”, explica. Arquitetura PUC PR Divulgação Flexibilidade do currículo A especialização da PUCPR é composta por um núcleo de disciplinas obrigatórias, ligadas à formação desejada, que garantem a entrega das competências específicas. Contudo, o estudante tem a opção de cursar disciplinas eletivas em um percentual de até 30% da carga horária total, o que permite personalizar a formação. “O estudante pode escolher entre mais de 2000 disciplinas disponíveis na Instituição em todas as áreas do conhecimento, sem qualquer custo extra”, comenta Borsa. Além disso, para profissionais interessados em formações rápidas e conteúdos específicos, há a opção da compra de módulos individuais ou de um conjunto deles, que geram a certificação em nível de nanodegrees. Módulos Internacionais A PUCPR oferece vários módulos internacionais para complementar a formação nas áreas de Direito, Arquitetura, Design, Engenharia, Ciências da Vida, Medicina, Negócios, entre outras. “Temos parcerias com órgãos externos que trazem diferenciais claros para a formação do estudante por intermédio da dupla certificação”, garante o diretor. "No ano em que comemora 60 anos, a Universidade acelera as mudanças em seu projeto de ensino e aprendizagem para evoluir e permanecer protagonista na formação, capacitação e transformação de pessoas, por intermédio de uma educação continuada sintonizada com as constantes mudanças trazidas pela revolução 4.0”, finaliza. Quer fazer uma especialização e desenvolver as habilidades mais valorizadas pelas empresas? Acesse
 Aos 53 anos, irmãos gêmeos morrem com poucas horas de diferença no interior do Paraná

Natal Aparecido de Lima e Adão Natal de Lima tinham uma doença degenerativa e morreram de parada cardíaca, segundo a família. Eles moravam juntos em um lar idosos, em Alto Piquiri, no noroeste do estado. Aos 53 anos, irmãos gêmeos que viviam em Alto Piquiri, no noroeste do Paraná, morreram com poucas horas de diferença Arquivo da família Aos 53 anos, os irmãos gêmeos Natal Aparecido de Lima e Adão Natal de Lima morreram com poucas horas de diferença, em Umuarama, no noroeste do Paraná. Os dois tinham uma doença degenerativa e viviam juntos em um lar de idosos em Alto Piquiri, na mesma região do estado. Segundo Luís Antonio de Lima, irmão dos gêmeos, a causa das mortes foi parada cardíaca. Natal, que foi o primeiro dos irmãos a nascer, em 25 de dezembro de 1965, morreu por volta das 12h25 de terça-feira (19) e, às 15h50, faleceu Adão. O sepultamento dos irmãos foi realizado nesta quarta-feira (20), em Alto Piquiri. Os dois tinham sido encaminhados para hospitais diferentes, em Umuarama. Adão tinha sido primeiro a ser internado, no sábado (16), e Natal foi encaminhado para o hospital na segunda-feira (18). “O Adão não sabia que o Natal tinha ido para o hospital. Só o Natal que sabia que o Adão estava no hospital. A gente não imaginava que isso ia acontecer”, contou Luís. Luís contou que os gêmeos eram idênticos, gerados na mesma placenta, e tinham uma ligação muito forte. “Quando um ficava doente, o outro também ficava. Tem muitas histórias assim”, lembrou. “Eles eram muito unidos, era impressionante a união deles”, disse Luís. Ainda de acordo com o irmão, Natal e Adão foram diagnosticados, depois dos 30 anos, com a mesma doença que vitimou a mãe deles e que causa atrofia dos nervos e leva à perda da força. Os gêmeos estavam morando havia quatro anos no lar de idosos. “Eles praticamente nunca se separaram”, afirmou o irmão. Mesmo com a dor da perda, Luís acredita que seria mais difícil se um ficasse sem o outro. “Eu acredito que é uma obra divina. Como eles vieram [nasceram] juntos, com certeza, um ia sofrer muito se deixasse de ter o outro do lado. Ia ser muito sofrimento”, declarou o irmão. Veja mais notícias da região no G1 Norte e Noroeste.

Publicidade

Músicas Top

1
Gusttavo Lima
Cem mil
2
Maiara e Marisa
Não abro mão
3
Zé Neto e Cristiano
Estado decadente
4
Luan Santana
Vingança
5
Gustavo Mioto
Solteiro não trai

Vídeo do Youtube

Pedido de música

Nome:
E-mail:
Cidade:
Música:
Interprete:
Oferecimento:
 Enviar

Programacão

  • No Ar
    Musica Boa todo dia
    Até as: 23h59

Galeria de Fotos

Deixa seu Recado

Deixe o seu recado

OK

Giro pelo Brasil

 Carlinhos Maia apresenta show de humor 'Mas, Carlos!' pela primeira vez no AP

Espetáculo será no dia 30 de setembro, no Teatro das Bacabeiras. Apresentação aposta na interação com o público para garantir risadas. Comediante Carlinhos Maia se apresentará pela primeira vez em Macapá no dia 2 de setembro Divulgação O alagoano Carlinhos Maia é um dos fenômenos das redes sociais, somando quase 10 milhões de seguidores no Instagram e Facebook. Conhecido pelos vídeos bem humorados, o artista estará no Amapá pela primeira vez no dia 30 de setembro, às 20h, no Teatro das Bacabeiras, no Centro de Macapá. O show havia sido marcado para o dia 2 de setembro, mas, por problemas de saúde da mãe dele, o artista anunciou o adiamento da apresentação através das próprias redes sociais. A organização do evento informou que os ingressos comprados anteriormente serão válidos para a nova data. A devolução do ingresso também está sendo feita. Maia se destacou na internet falando do seu dia a dia e assuntos cotidianos com irreverência, além de mostrar a convivência com os vizinhos na vila onde mora, na cidade de Penedo, em Alagoas. No show "Mas, Carlos!", que será apresentado na capital, o artista relata vários momentos de sua trajetória, até o sucesso com vídeos na web. Ele aposta na interação com o público para garantir risadas. Outro característica do show é que Maia conta, de forma bem humorada, um pouco sobre a vida de "digital influencer", que é uma espécie nova de celebridade. Marlon Santos, produtor do espetáculo, comenta que Maia é, atualmente, um dos maiores fenômenos das redes sociais e que o novo show dele é um dos mais procurados do país. "A motivação para trazer o Carlinhos [Maia] para Macapá é bem simples, ele está bombando nas redes sociais e todo mundo no país quer conhecer mais sobre ele, o que é justamente o que será apresentado no espetáculo", falou. Para garantir os ingressos antecipados, que custam de R$ 80 (inteira) e R$ 40 (meia). Serviço Espetáculo 'Mas, Carlos!' Data: 30 de setembro (domingo) Local: Teatro das Bacabeiras Hora: 20h Ingressos: R$ 80 (inteira) e R$ 40 (meia) Informações: (96) 98138-0887 Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!

Facebook

 

 

Rádio Cidade de Palmital 

 

Contato: 42- 3657-1442   Whats 99102-1442